18, set, 2015

Teatro Facisa integrará Cadeia Produtiva de Eventos de Campina Grande

9Por Fernanda Moura

O Teatro Facisa será incluído na Cadeia Produtiva de Eventos de Campina Grande, que está sendo organizada pelo Sebrae Campina Grande, com o auxílio de vários consultores especializados.  A casa foi escolhida por causa da beleza e da estrutura de ponta oferecida. O Cinema Didático da IES também deverá fazer parte da rede, para receber eventos de menor porte.

A gestora de Turismo do Sebrae em Campina Grande, Rosa Maria Correia, comandou uma visita técnica ao Teatro e à Facisa/FCM na última semana.   O objetivo foi apresentar à consultora de Turismo de Negócios e Eventos Vaniza Schuler, responsável pelo Programa de Estruturação do Setor de Eventos de Campina Grande, as potencialidades da instituição.

Segundo Rosa, um diagnóstico traçado pelo Sebrae-CG com base em várias pesquisas revelou que acontecem eventos quase todos os dias na cidade, mas salvaguardando os mais conhecidos, como o Maior São João do Mundo, o Festival de Inverno, o Encontro para a Nova Consciência e o Campina Moto Fest, a maioria passa despercebido nos grandes centros nacionais. “Nós detectamos que em Campina acontece um número enorme de eventos, só que esses eventos não aparecem. Mas, diante do diagnóstico que nós fizemos, todo santo dia nesta cidade acontece um evento, ou científico, ou empresarial, ou estudantil ou de casamento, ou social, ou profissional”, frisou.

10De acordo com a gestora, a falta de divulgação acarreta desinformação e consequentemente, redução da procura pela cidade para sediar eventos. “Verificamos que para quem está em outras cidades, pesquisar sobre os serviços de Campina Grande é muito complicado. Para pesquisar é preciso entrar em vários espaços e talvez não se encontre a resposta necessária. A pessoa não iria saber que existe um Centro de Convenções, o Teatro Facisa com um hall maravilhoso, um espaço excelente para mostrar uma feira por exemplo. Estes serviços não estão expostos em um único lugar”, explicou.

A consultora Vaniza Schuler disse que gostou muito do que viu e que essas qualidades precisam ser divulgadas de forma mais consistente nas demais regiões do país. “Estou na fase de diagnóstico, que constitui entrevistas com alguns empresários deste setor e visitas aos principais locais, tanto hotéis, centro de eventos, teatros. Não chegam até o Sul, Sudeste tantas informações. Fiquei muito positivamente surpresa tanto com a qualidade das estruturas, como a complexidade de algumas delas, e principalmente com os prestadores de serviço muito qualificados”, disse.

Sobre o Teatro Facisa foi enfática: “É um lugar de absoluta referência. Não existe nada que pudesse o tornar melhor. Tem tecnlogia de ponta, estruturas de backstage e de recepção excelentes, com clara aceitação do público”.

Rosa Maria completou que o objetivo é constituir um catálogo online que contenha todos os serviços e estruturas disponíveis 8em Campina Grande para a realização de eventos. “A partir deste trabalho com Vaniza e outros consultores, nós queremos que Campina Grande seja uma cidade candidata a eventos permanentemente. Num primeiro momento será montado um portal que tenha esse mote: “Campina Grande dos eventos”. Nós temos um horizonte de quatro anos para efetivação da rede, estamos apresentando resultados de curto, médio e longo prazo. O portal pode estar no ar antes, mas em permanente construção. No ano que vem a gente já começa a candidatar a cidade”, detalhou.

O coordenador do Teatro Facisa, Eduardo Raposo, destacou a relevância da parceria. “Nós unimos forças para tornar mais viáveis grandes eventos na cidade, tanto culturais como científicos e estamos disponibilizando nossa casa tão bonita e bem equipada como é o Teatro, capaz de receber qualquer evento de grande porte, levando não só o nome da casa mas também da faculdade, para toda a comunidade nacional vir conhecer o que podemos oferecer”, afirmou.

O professor Romero Andrade, do curso de Arquitetura da Facisa, também foi convidado para integrar a comissão. “A Facisa está incluída dentro do projeto pelo reconhecimento do Sebrae para o Teatro Facisa e pelo que a faculdade representa hoje, essa potência que ela tem. A visita técnica além de mapear os pontos, pretende o planejamento estratégico a cada dois anos. Ao final teremos uma catalogação deste material através da Coordenadoria de Turismo de Campina Grande, levando para o Brasil o que a cidade tem de melhor, e a Facisa está incluída nestas potencialidades”, ressaltou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *